segunda-feira, 4 de abril de 2011

SENSOR MAF.

ntroO sensor MAF (Mass Air Flow) é um transdutor trifilar que mede a quantidade de ar que entra no motor. O módulo de injeção eletrônica do  motor utiliza o sinal do sensor MAF para calcular o tempo de injeção de combustível conforme as mudanças no fluxo de ar do motor. Uma grande quantidade de ar indica que o motor está sob carga (requer mais combustível), enquanto uma quantidade pequena de ar é sinal de que o motor está funcionando em marcha lenta (requer menos combustível). O sensor MAF é conhecido tecnicamente pelo nome de gerador de freqüência, já que converte o fluxo de ar do motor num sinal de freqüência. Os motores que utilizam um sensor MAF são extremamente sensíveis a vazamentos de ar, pois isso afeta a medição. É por isso que uma vareta medidora mal assentada ou a falta de uma tampa de bujão de abastecimento de óleo podem fazer com que o motor funcione em marcha lenta de maneira irregular ou até mesmo pare de funcionar.
Diagnóstico e teste da MAF
1 . Ignição ligada, motor parado, PONTA DE PROVA no fio (preto/laranja) ligado ao terminal C do sensor. Negativo (-).

2 . Ignição ligada, motor parado, PONTA DE PROVA no fio (marrom/azul) ligado ao terminal D do sensor. Negativo (-).

3 . Ignição ligada, motor parado, PONTA DE PROVA no fio (lilás) ligado ao terminal A do sensor. Positivo (+).

4 . Motor em marcha lenta, MULTITESTE DIGITAL, modo voltímetro, no fio (branco/azul) ligado ao pino 50 da centralina. Em marcha lenta  tensão de 0,8 V a 1,0 V . A 2500 rpm. tensão de 1,3 V a 1,5 V.

valores tirados do
Quais são os sintomas de um sensor de fluxo de ar defeituoso?Problemas: Os primeiros problemas começam a surgir quando nos apercebemos que o carro não desenvolve como antes. A velocidade máxima não é atingida e a partir de certa rotação o carro parece que puxa menos.Considerando que o sensor de fluxo de ar é um dispositivo fundamental tanto para o controle de combustível como para o avanço de ignição, se estiver defeituoso pode criar uma grande variedade de sintomas na condução. Os mais comuns são dificuldades de partida, oscilação e detonação. Em muitos casos, esses sintomas ocorrem intermitentemente e podem, portanto, ser difíceis de diagnostica.

2 comentários:

Anônimo disse...

muito bom seu blog amigo, eu estou com esse problema no carro, o sensor maf parou de funcionar, ja estou providenciando outro e eram exatamente esses sintomas que o marea apresentava!!!

Anônimo disse...

SAUDAÇÕES A TODOS, TENHO UM FORD MONDEO 2000 AUTOMATICO, O CARRO É IMPECAVEL, SOU 3 DONO, TUDO FUNCIONA, MAS INFELIZMENTE PERCEBI ALGUNS DEFEITINHOS CHATOS, PRIMEIRO, TEM HORA QUE O GIRO FICA EM 1000, E HORA ABAIXO DE 1000, E SEM MEXER NO VOLANTE , NEM LIGAR AR E OUTRO EQUIPAMENTO DO CARRO, SEGUNDO COM O CARRO EM MOVIMENTO TEM HORA QUE ELE FICA OUTRO, PARECE QUE UM PEQUENO TOQUE NO ACELERADOR ELE FICA COM POTENCIA TOTAL, E TEM MOMENTOS QUE ELE PERDE ESSA POTENCIA TODA, FICA MAIS LENTO NAS , PARECE QUE ESTA FAZENDO UMA FORÇA MUITO GRANDE PARA SE MOVIMENTAR, JA OCORREU DE EU NAO CONSEGUIR ULTRAPASSAR CARROS PEQUENOS, POR FALTA DE POTENCIA, MAS ISSO OSCILA , JA TROQUEI BOBINA, VELAS, CORREIA DENTADA, BICOS EJETORES, VERIFICAÇÃO DE BOMBA DE COMBUSTÍVEL, SERA QUE ALGUEM PODERIA ME DAR UMA LUZ PARA ESTE PROBLEMA